Referência das Atividades

Aqui guardamos a referência das atividades, como Titulo, Descricao, Autores, etc. Essa página serve para linkar com a Grade Definitiva. Aqui só entra atividades com status CONFIRMADO na Lista de Atividades.

Palestras

Total outros = 01 (abertura)

Total palestras convidados = 09

Total palestras submissão = 10

Total de paineis = 05

Total palestras patrocinadores =

101. Raspberry Pi for fun and profit

  • Descrição: The Raspberry Pi (RPi) is a low-cost, ARM based computer that was developed to allow students to understand how computers work. Through its I/O pins the RPi can be used to drive other circuits, and its use of Free and Open Source software allow people to change the operating system, add device drivers and generally meet the needs of their projects. This talk will discuss the Raspberry Pi, its architecture, how to set it up, trade-offs in functionality and some projects that utilize it.
  • Palestrantes:
    1. Jon "Maddog" Hall
      • Mini-currículo:
    2. Lucas Mocellin
      • Mini-currículo:

102. Dados abertos e o Radar Parlamentar

  • Descrição: Nesta palestra falaremos sobre dados abertos e seu uso no projeto Radar Parlamentar (http://radarparlamentar.polignu.org). O sistema utiliza dados abertos de votações parlamentares para criar vizualizações que comparam os partidos políticos quando à atuação legislativa. Contaremos também alguma coisa sobre a matemática por detrás da análise realizada, bem como outros detalhes técnicos do sistema.
  • Palestrantes:
    1. Leonardo Alexandre Ferreira Leite
      • Mini-currículo: Graduado em Engenharia Elétrica ênfase Computação pela Escola Politécnica da USP. Atualmente faz mestrado em ciências da computação pelo IME USP. É um dos fundadores do PoliGNU, Grupo de Estudos de Software Livre da Poli USP.
    2. Diego Rabatone Oliveira
      • Mini-currículo: Hacker integrante do PoliGNU, estudante de engenharia, militante pelo Software e pela Cultura Livre, membro ativo do movimento de Dados Abertos, Transparência Pública, Participação Popular e da comunidade Transparência Hacker.

103. Android e Visão Computacional

  • Descrição: Nesta palestra veremos procedimentos de instalação do SDK e NDK Android, como também a Apresentação dos principais métodos para captura de imagens na plataforma Android para posterior processamento. Exemplos com código fonte de aplicativos de realidade aumentada em celulares Android, demonstração de todo potencial da tecnologia Webtop da Motorola presente no celular Atrix e demonstração da biblioteca de visão computacional openCV nesta plataforma.
  • Palestrantes:
    1. Alessandro de Oliveira Faria
      • Mini-currículo: Sócio-proprietário da empresa NETi TECNOLOGIA fundada em Junho de 1996, empresa especializada em desenvolvimento de software e soluções biométricas, Consultor Biométrico na tecnologia de reconhecimento facial, atuando na área de tecnologia desde 1986 assim propiciando ao mercado soluções em software nas mais diversas linguagens e plataforma, levando o Linux a sério desde 1998 com desenvolvimento de soluções open-source, diversos documentos técnicos disponibilizado na internet, membro colaborador da comunidade Viva O Linux, mantenedor da biblioteca open-source de vídeo captura e neurotecnologia, openSUSE Member entre outros projetos.
    2. Pedro Paschoal Neto
      • Mini-currículo: Diretor de Pesquisa e Desenvolvimento e Sócio-fundador da Empresa 1, onde ocupou até 2005 o cargo de Diretor de Desenvolvimento de Software. É Engenheiro Eletricista formado na FEB (Faculdade de Engenharia de Barretos) – modalidade Eletrônica; É Especialista em Engenharia de Software – UFMG.

104. Como ganhei meu primeiro milhão com o Vida de Programador

  • Descrição: A Vida de Programador é sofrida, mas engraçada. Nesta palestra, um resumo sobre como foi o processo de transformar as situações tragicômicas em curtas histórias que movimentam um grande público, usando apenas Software Livre, e que em pouco tempo alcançou o primeiro milhão de pageviews.
  • Palestrante:
    1. André Noel
      • Mini-currículo: Bacharel e Mestrando em Ciência da Computação, programador, autor do site Vida de Programador, usuário Linux e membro oficial da comunidade Ubuntu, marido da Raquel, pai do Mateus e da Gabrielle.

105. Painel: Mulheres e Software Livre

  • Descrição: Que as mulheres já são presença relevante em diversas áreas já não é nenhuma novidade, mas talvez a permanência e o destaque que as mesmas estão alcançando ainda seja novidade para alguns. Entre tantas áreas conquistadas, a área da tecnologia é uma delas, cresce exponencialmente o número de mulheres que atuam como Gestoras de TI, Professoras de Computação, Desenvolvedoras de Sistemas, DBA’s, Webdesigners, entre outras profissões. Se para alguns, mulher e criação tecnológica não combinam, surpresa maior é a combinação de mulheres com Software Livre. Certo? Errado!!! Neste você vai conhecer como cada vez mais desse espaço é composto pelo gênero feminino, onde todas contribuem, colaboram, criam e recriam mais desta filosofia em vários âmbitos da vida de cada uma. Venha debater, discutir, colaborar, compartilhar e fortalecer esse movimento.
  • Palestrantes:
    1. Aracele Torres
      • Mini-currículo: Historiadora da Ciência e da Técnica. Pesquisadora dos temas relacionados à tecnoutopia contemporânea do conhecimento livre. Ativista e colaboradora do software livre, em especial da comunidade KDE.
    2. Haydée Svab
      • Mini-currículo: Graduada em Engenharia Civil (programa Poli-FAU da USP), técnica em Edificações e atualmente trabalha na Cia. do Metropolitano de São Paulo. Concluiu o curso de formação de governantes a Escola de Governo e fez parte do Conselho Pedagógico da mesma (2008/2010). Atuante no movimento estudantil desde 2004 foi presidente do Grêmio Politécnico, participou de diversas entidades e de Conselhos da Universidade. Foi professora de matemática em cursinho popular (ACEPUSP E Cursinho da Poli) e já desempenhou atividades de pesquisa abordando ensino de engenharia. É entusiasta do software, tecnologia e cultura livres, sendo co-fundadora do PoliGNU. Página pessoal: http://blog.hsvab.eng.br
    3. Natália Julieta Soares de Souza
      • Mini-currículo: Feminista, estudante do curso de Ciência da Computação da Universidade Federal de Alagoas, cursando o 7º período. Tem experiência com sistemas de Software Livre, Utiliza o Sistema Operacional Linux, distribuição Arch Linux e tem experiência com Sistemas Debian. Atuou com desenvolvimento de sistemas para web e redes cluster.
    4. Salete Silva Farias Almeida
        • Mini-currículo: Graduada em Ciência da Computação pela UFMA, mestrado em Engenharia de Eletricidade - Área Computação. Experiência atuando principalmente nos temas: Software Livre, Softwares Educativos, Educação à distância. Atualmente professora efetiva do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão - IFMA, onde ministra as disciplinas Estruturas de Dados, Lógica de Programação, Linguagem C, Linguagens para Web, Fundamentos de EaD, Software Livre. Desde 2010 atua como Coordenadora Geral do Programa E-Tec Brasil do IFMA.
    5. Úrsula Junque
      • Mini-currículo: Ursula Junque - a.k.a. Ursinha, é formada em Ciência da Computação pela UNICAMP, e colaboradora do Ubuntu desde 2007. Trabalha em todas as frentes do Ubuntu onde puder ser útil, desde Traduções e desenvolvimento de ferramentas até moderação de canais IRC. Trabalha na empresa Canonical como Defect Analyst dos times Ubuntu Server e Ubuntu Desktop. Membro atuante na comunidade do Ubuntu, é também a primeira mulher a tornar-se Membro Oficial do Ubuntu no Brasil.

106. Publicação digital na era dos tablets

  • Descrição: A grande gama de possibilidades de acesso a conteúdo em suporte digital levanta muitas questões sobre como produzir material adequado e de forma eficiente. A palestra procura introduzir o software livre Managana como uma alternativa para que pessoas sem experiência em programação sejam capazes de produzir e divulgar seu conteúdo em mídia digital, de forma individual ou coletiva, tanto para ambientes tradicionais da web, como para dispositivos móveis e apresentações públicas.
  • Palestrante:
    1. Lucas Santos Junqueira
      • Mini-currículo: Desenvolvedor do software livre Managana para publicação digital, tem se dedicado ao trabalho do Ateliê Ciclope de arte e publicação digital desde 2002.

107. Contribuindo com o KDE sem programar

  • Descrição: O KDE é uma comunidade internacional que reúne milhares de pessoas que possuem os mais variados interesses e habilidades. Há 16 anos essa comunidade vem construindo softwares livres com a ajuda de seus colaboradores. Cada colaborador desempenha um papel importante na produção desses softwares e o KDE só existe por causa desse esforço coletivo. Existem várias formas de se envolver com o KDE e se tornar um colaborador sem necessariamente precisar escrever linhas de código, e elas são bem mais simples do que muitos podem imaginar. Essa palestra procura mostrar como os não programadores podem colaborar com o KDE, que tipos de funções eles podem desempenhar e como elas são tão importantes para o sucesso da comunidade quanto as que um programador desenvolve.
  • Palestrante:
    1. Aracele Torres
      • Mini-currículo: Historiadora da Ciência e da Técnica. Pesquisadora dos temas relacionados à tecnoutopia contemporânea do conhecimento livre. Ativista e colaboradora do software livre, em especial da comunidade KDE.

108.

  • Descrição:
  • Palestrante:
      • Mini-currículo:

109. Painel: O livre exercício das profissões de TI e a regulamentação

  • Descrição: O debate sobre a regulamentação das profissões de TI ocorre a anos e até hoje não existe um consenso se a área deve ou não ser regulamentada. Há inda duvidas entre aqueles que defendem a regulamentação da profissão de como essa regulamentação deveria ocorrer uma vez que o modelo tradicional de regulamentações com a criação de um Conselho Regulamentador é um modelo defasado e que não se adequa a uma área dinâmica e diversificada como a computação. A regulamentação é importante mas buscamos um “novo modelo” onde as liberdades dos profissionais e da sociedade sejam respeitadas. Nesse novo modelo idealizamos uma regulamentação onde o exercício da profissão de Informática deve ser livre e independer de diploma ou comprovação de educação formal, não sendo obrigatório ao profissional filiar-se ou pagar taxas a qualquer conselho ou entidade para ter direto de trabalhar com computação, pois foi assim que a computação evoluiu para o que é hoje e não podemos inibir a capacidade de criação dos indivíduos por conta de um registro em conselho de classes. Vamos fazer o debater com entidades representativas da áreas de computação e com a sociedade com o objetivo de chegarmos a um ponto em comum em prol de algo que realmente possa trazer benefícios para a sociedade como um todo. Discutiremos se a regulamentação é realmente necessária, e caso cheguemos a conclusão que sim, qual o modelo de regulamentação que desejamos para a área de TI?
  • Palestrantes:
    1. José Honorato Ferreira Nunes
      • Mini-currículo: Bacharel em Análise de Sistemas pela Universidade do Estado da Bahia com especialização em Gestão da Informação pela FSS, militante do movimento estudantil, usuário entusiasta e divulgador do software e da cultura livre, desenvolvedor de sistemas e empreendedor.
    2. Roberto da Silva Bigonha
      • Mini-currículo: Professor Titular da UFMG, graduado em Engenharia Química pela Universidade Federal de Minas Gerais(1971), mestrado em Informática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1975) e doutorado em Ciência da Computação pela University of California, Los Angeles (1981). É sócio efetivo da Sociedade Brasileira de Computação desde 1982, tendo sido membro do Conselho (1985-1989, 1991-1993, 1997-2001, 2007-2011), segundo-secretário (1989-1991, 1993-1995, 1995-1997), diretor de Regulamentação da Profissão (2001-2007), diretor de Relações Profissionais (2011-2013) e coordenador das Comissões Especiais de Engenharia de Software (1990-1991), Métodos Formais (04/2003-10/2003) e Linguagens de Programação (2007-2008).
    3. Cezar Pierin
      • Mini-currículo: Diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação da Federação Nacional dos Empregados em Empresas e Órgão Públicos e Privados de Processamento de Dados Serviços de Informática e Similares - FENADADOS, atua no segmento de TIC há quase 30 anos e acompanha a regulamentação da profissão de TIC no Brasil, há mas de 10 anos.

110. Realidade Aumentada com Software Livre

  • Descrição: A tecnologia Realidade Aumentada além de fascinar qualquer ser humano, é um assunto emergente. Nesta apresentação veremos princípios básicos desta tecnologia, como também conheceremos algumas opções com a ARToolKit , uma biblioteca criada para facilitar o desenvolvimento de aplicativos com o recurso de realidade aumentada. Ou seja, a sobreposição de objetos virtuais em 3 dimensões projetadas no mundo real diante a tela do seu computador.
  • Palestrante:
    1. Alessandro de Oliveira Faria
      • Mini-currículo: Sócio-proprietário da empresa NETi TECNOLOGIA fundada em Junho de 1996, empresa especializada em desenvolvimento de software e soluções biométricas, Consultor Biométrico na tecnologia de reconhecimento facial, atuando na área de tecnologia desde 1986 assim propiciando ao mercado soluções em software nas mais diversas linguagens e plataforma, levando o Linux a sério desde 1998 com desenvolvimento de soluções open-source, diversos documentos técnicos disponibilizado na internet, membro colaborador da comunidade Viva O Linux, mantenedor da biblioteca open-source de vídeo captura e neurotecnologia, openSUSE Member entre outros projetos.

111. Open Source na Globo.com

  • Descrição: Python, Ruby, MySQL, MongoDB, nginx, Apache, PHP, Wordpress, Varnish, Fabric, Capistrano, Perl, Solr, ActiveMQ, CentOS, Ubuntu... A Globo.com usa uma tonelada de softwares livre para desenvolver os portais de maior audiência na internet brasileira. Além disso, os desenvolvedores também criam projetos open source desenvolvidos dentro da Globo.com e utilizados pelo mundo a fora. A ideia é apresentar como a Globo.com consome e produz diariamente softwares de código aberto.
  • Palestrante:
    1. Francisco Souza
      • Mini-currículo: Mundialmente conhecido no interior de Cachoeiro de Itapemirim, Francisco Souza é desenvolvedor na globo.com. É apaixonado por desenvolvimento de softwares, entusiasta em Python, Django, Go e software livre e membro do #cobrateam. Por último, mas não menos importante, é PMP (Professional Mario Player) certificado, com mais de 10 anos de experiência.

112. Painel: Neutralidade na rede

  • Descrição:
  • Palestrantes:
    1. Fatima Conti
      • Mini-currículo: Doutora (USP - Ribeirão Preto) em Ciências, em Epidemiologia Genética. Coordena o labInfo-ICB da UFPA e dedica-se às áreas de ensino e extensão, sobre fundamentos de Estatística e Informática. Tem implementado o uso de software livre, por pensar que sua utilização na educação é necessária para garantir a continuidade da aprendizagem. Criadora e mantenedora do conjunto de sites "Muitas Dicas", http://www.ufpa.br/dicas/ e do blog "Um pouquim da net", http://faconti.tumblr.com.
    2. João Carlos Caribé
      • Mini-currículo:
    3. Marcelo Branco
      • Mini-currículo: : Ex-coordenador da Associação Software Livre.org, foi um dos idealizadores do projeto Conexões Globais 2.0. Também foi coordenador da estratégia nas redes sociais da candidata eleita a Presidenta da República do Brasil Dilma Rousseff, três vezes diretor geral da Campus Party Brasil, tendo trabalhado para o governo da Generalitat de Catalunya, na Espanha, como assessor responsável pela Estratégia de Software Livre no governo. É articulador e um dos fundadores do Projeto Software Livre Brasil.
    4. Sérgio Amadeu da Silveira
      • Mini-currículo: Sociólogo, defensor e divulgador do Software Livre e da Inclusão Digital no Brasil, foi um dos grandes implementadores dos Telecentros na América Latina e presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação. Doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo, atualmente é professor adjunto da Universidade Federal do ABC (UFABC), onde é um dos condutores do grupo de pesquisa Cultura Digital e Redes de Compartilhamento.

113. Cultura Hacker, Empreendedorismo Social e Economia Solidária: como viver de Software Livre com modelos de negócios mais éticos e sustentáveis

* Descrição: Uma visão geral com estudo de casos de empreendimentos que tem como base o Empreendedorismo Social e Economia Solidária, e quais as relações do Software Livre e Cultura Hacker com esses dois temas. Também será abordado modelos de negócios, produção e consumo que podem fazer seu projeto em Software Livre deixar de ser um mero hobby e tornar-se sua principal fonte de renda, dentro de um modelo econômico sustentável e centrado no valorização do ser humano.
  • Palestrante:
    1. Thiago Paixão
      • Mini-currículo: Empreendedor e Engenheiro de software, especialista em C/C++, Python e sistemas embarcados, particularmente interessado por projetos com Linux e outras tecnologias livres. Coordenador do FLISOL São Paulo/SP (Festival Latino-americano de Instalação de Software Livre) desde 2010 e membro ativo na comunidade de Software Livre. Já contribuiu para diversos projetos em software livre e atualmente é um dos mantenedores do projeto SABIÁ (Sistema para controle de documentos Online) e do ERP Olympo. Atualmente prestando serviços para a SPTrans na plataforma Olho Vivo, que visa disponibilizar dados abertos de geolocalização da frota de ônibus municipal para a população.

114. Ferramentas FOSS para Perícia Forense de Rede

  • Descrição: A palestra tem como objetivo demonstrar as ferramentas forenses FOSS disponíveis para análise de pacotes de rede. Demonstrar na prática como capturar Payload, cabeçalho de transporte, Ethernet IP. Também será examinado os artefatos gerados no tráfego de rede capturado, analisar sessões de comunicação, Identificar e recuperar artefatos TCP, etc. Ferramentas a serem demonstradas: Wireshark, Xplico, tcpdump, ngrep, tcpflow, tcpshow, tcptrace, Dsniff, tcpreplay, tcpxtract, Chaosreader.
  • Palestrante:
    1. Ramilton Costa Gomes Júnior
      • Mini-currículo: Professor universitário, mestrando em Informática pela UFES-ES. É Bacharel em Ciência da Computação pela UNIFENAS, especialista em Criptografia e Segurança de Redes pela UFF-RJ. Desde 2005 trabalha com Linux e FOSS (Software Livre e Open Source), principalmente com o desenvolvimento Java, C, e PHP, Administrador de Rede, Segurança de Rede e Computação Forense, participa de vários eventos como palestrante. É idealizador do ENSOLBA (Evento de Software Livre no Extremo Sul da Bahia), também é Embaixador do Projeto Fedora Brasil.

115. Postgres Wonderland

  • Descrição: Você já ouviu falar no Postgres? Sabia que ele reúne uma comunidade que cresce rapidamente ano à ano? Saiba o que atrai tantos profissionais respeitados no mundo todo e por que ele ainda não é o Banco de Dados mais famoso do planeta.
  • Palestrante:
    1. Fábio Telles Rodriguez
      • Mini-currículo: DBA há 9 anos, já foi colaborador no CDI-SP, PSL-ABCD, Debian Zine e atuamente contribui com a Comunidade Brasileira de PostgreSQL. Já foi palestrante em diversos eventos como FISL, CONISLI e Maratona HowTo Database. Possui artigos publicados e vários locais e se dedica ao seu blog, o "SAVEPOINT" em http://www.midstorm.org/~telles

116. A Rede Social Livre Corporativa do Serpro

  • Descrição: Os últimos anos, no mundo virtual, vêm sendo marcado pela explosão do número de redes sociais com os mais variados focos e objetivos. Entretanto, a incorporação das redes sociais no mundo corporativo ainda está dando os seus primeiros passos e frequentemente limita-se à realização de pesquisa e análise publicitária de exposição da marca. A rede social corporativa para o Serpro é chamada #você.serpro e está baseada no software livre Noosfero. Seu objetivo é propiciar a construção de um ambiente de trabalho colaborativo onde funcionários, e até mesmo clientes, possam interagir diretamente através de blogs, páginas, comunidades e chats para a troca de informações técnicas e organizacionais de uma forma muito mais eficiente e eficaz, sem deixar de lado a finalidade pessoal presente no conceito de rede social.
  • Palestrantes:
    1. Abner Silva de Oliveira
      • Mini-currículo:

117. Educação a Distância Livre: alavancando a Inclusão Digital

  • Descrição:
  • Palestrante:
      • Mini-currículo:

118. Com software livre, você pode!

  • Descrição: Discutir sobre arquivos e bens culturais em uma sociedade em que leis sobre copyright, marcas e patentes cada vez inibem mais o próprio uso de programas computacionais, a criatividade e o acesso à informação e ao conhecimento. Serão brevemente discutidos, entre outros, os seguintes itens: Propriedade Intelectual: Intangibilidade das ideias; Marcas, Patentes, Direito autoral. Alguns projetos de lei para controle de deownloads: Exemplo: Copyright. Software livre X monopólios: Arquivos e bens culturais; Arquivos: Fechado ou privativo X Aberto ou livre; Formatos: aprisionamento a programas e/ou sistema operacional
  • Palestrante:
    1. Fatima Conti
      • Mini-currículo: Doutora (USP - Ribeirão Preto) em Ciências, em Epidemiologia Genética. Coordena o labInfo-ICB da UFPA e dedica-se às áreas de ensino e extensão, sobre fundamentos de Estatística e Informática. Tem implementado o uso de software livre, por pensar que sua utilização na educação é necessária para garantir a continuidade da aprendizagem. Criadora e mantenedora do conjunto de sites "Muitas Dicas", http://www.ufpa.br/dicas e do blog "Um pouquim da net", http://faconti.tumblr.com.

119. Como estar preparado para suportar um milhão de usuários simultâneos?

  • Descrição: Alguns atrás essa pergunta era considerava como impossível para maiorias dos responsáveis por sistemas/site. Atualmente é factível ter uma meta como essa para desespero das equipes de TI ou área financeira, mas a grande questão é como ter uma meta dessa e não estourar o orçamento do projeto? A cada dia surge novas tecnologias para produção de sistemas/site tornando difícil acompanhar todas elas ou escolher as melhores. Porém é possível escolher algumas técnicas e práticas importantes para
internet e seu ecossistema. A Web 2.0, expansão do comércio eletrônico, redes sociais, a \"Internet das Coisas\" e outros buzzwords tornam as escolhas tecnológicas cada vez mais difíceis de serem tomadas pela enormidade de opções. Mas é possível considerar algumas coisas para que um site/sistema proporcione uma boa experiência para seu usuário e alguma vida para as equipes de TI. Algumas delas são: - limitações dos navegadores web; - sprite de imagens; - minify css e javascripts; - segmentação de domínios; - cache; - servidores web (http); - limitações geográficas; - arquitetura computacional do site/sistema; - funcionanamento do HTTP; - indexação nos mecanismo de pesquisa; - a expectativa de 1 milhão de usuários simultâneos.
  • Palestrante:
    1. Fernando Ike de Oliveira
      • Mini-currículo: É engenheiro de solução da Exceda / Akamai e levemente curioso por sistemas distribuidos, relisilientes e qualquer coisa que puder melhorar a performance. Colaborou com alguns projetos de Software Livre como Debian, PostgreSQL, PGVM e Zabbix. Participou em muitos de projetos de migração e integração de serviços e sistemas proprietários e software livre. Também colaborou com os podcasts como GDHcast e Navaranda Podcast. Atualmente trabalha com aceleração de bits e nas horas vagas é caçador de zumbis.

120. Painel: Politicas Públicas para REA e Software Livre na Educação

  • Descrição: A ideia de Recursos Educacionais Abertos (REA), crescente no ambiente acadêmico, aborda além da utilização de cursos e conteúdos de forma livre e aberta, tornar os mesmos disponíveis a todos. Conhecidos como OpenCourseWare (OCW) ou OER (Open Educational Resources) são recursos voltados para o ensino, aprendizagem e pesquisa. A abrangência vai de conteúdos digitais de aprendizagem a ferramentas de apoio, do desenvolvimento dos recursos às melhores práticas de uso dos conteúdos, entre outras características. O foco é criar bens educacionais para a humanidade. Venha saber mais sobre domínio público, licença de propriedade intelectual, o uso dos REA e como eles podem fazer diferença no acesso democrático à educação.
  • Palestrantes:
    1. Christian de Mello Sznick
      • Mini-currículo: É gestor na Rede Municipal de Educação de São Paulo. Foi Professor de Apoio Pedagógico da EMEF Adhemar de Barros onde iniciou o contato com a Educomunicação com alunos do ensino fundamental dos 9 aos 14 anos. Criou em conjunto com a Profª a Imprensa Jovem da Unidade. Utiliza as tecnologias de informação e comunicação como base no trabalho docente e como elemento de protagonismo infanto juvenil desde 2009. De 1993 até 2007 integrou o Movimento Escoteiro como jovem e depois como adulto (nas áreas de formador, aplicador do Programa de Jovens da faixa de 7 aos 11 anos, Coordenador técnico de Grupo Escoteiro, Pedagogo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, Especialista em Planejamento, Implementação e Gestão de EAD pela Universidade Federal Fluminense. É aluno de Letras pela Universidade de São Paulo.
    2. Débora Cristina da Silva Sebriam
      • Mini-currículo: Mestre em Engenharia de Mídias para a Educação. Possui experiência na área de Tecnologias da Informação e Comunicação aplicadas à Educação, atuando principalmente com integração de tecnologias ao currículo, tecnologias e formação de professores, desenvolvimento de projetos, mídias sociais, Recursos Educacionais Abertos e Uso Seguro das Telas Digitais. Atualmente é coordenadora de projetos no Instituto Educadigital, é gestora de comunicação do Projeto REA Brasil e integra a equipe do departamento de Tecnologia Educacional do Centro Educacional Pioneiro.
    3. Nelson De Luca Pretto
      • Mini-currículo: Professor (e ativista) da Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia. secretário regional da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência)/Bahia
    4. Salete Silva Farias Almeida
      • Mini-currículo: Graduada em Ciência da Computação pela UFMA, mestrado em Engenharia de Eletricidade - Área Computação. Experiência atuando principalmente nos temas: Software Livre, Softwares Educativos, Educação à distância. Atualmente professora efetiva do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão - IFMA, onde ministra as disciplinas Estruturas de Dados, Lógica de Programação, Linguagem C, Linguagens para Web, Fundamentos de EaD, Software Livre. Desde 2010 atua como Coordenadora Geral do Programa E-Tec Brasil do IFMA.
    5. Valéssio Soares de Brito
      • Mini-currículo: Jacobinense, hacker, artista digital, pirata e ativista do conhecimento livre. Trabalhou no Programa de Inclusão Digital do Estado da Bahia, foi coperante fundador da cooperativa de tecnologias livre (COLIVRE); Membro da ASL.org e FSF.org; Co-fundador da comunidade InkscapeBrasil.org, DebianArt.org e colaborador ativo da rede SoftwareLivre.org desde 2010. Atualmente Consultor PNUD para o Ministério da Justiça em Tecnologias Livres.

121. Hacktivismo e Cyberativismo: Guerra Eleitoral na Internet

  • Descrição: O Brasil já conta com 84 milhões de usuários de Internet. O país é o quarto com mais empresas conectadas. Somos o terceiro maior país do mundo em número de Internautas. Passamos mais de 61 horas por mês conectados na Internet. A Internet já é a segunda ferramenta utilizada pelo eleitor para decidir seu voto. Pesquisas revelam que 12% dos eleitores utilizam a Internet com prioridade, na hora de formar sua decisão de voto. Poucos partidos, coligações e candidatos despertaram para a importância de um digital team apto a extrair as melhores oportunidades da regulamentação da rede, posicionando e gerando buzz positivo, formando opinião e principalmente, monitorando candidato e oposição, identificando irregularidades e procedendo com denúncias a Justiça Eleitoral. Neste cenário, não basta presença na Internet, mas principalmente, contar com um time de inteligência digital que defina melhores estratégias na rede, fidelize pontos de influência e que principalmente, esteja atento a ação de concorrentes, crackers e golpistas, que em simples atos, podem prejudicar completamente uma campanha eleitoral. Do mesmo modo, uma militância está apta a lidar com o eleitor 2.0 se conhecer as mídias cidadãs, como ele pensa, e as minúcias da legislação aplicada à rede, com o entendimento dos Tribunais nas experiências eleitorais entre 2008 e 2010. Neste sentido, informar, capacitar a militância demonstra-se fundamental. A presente palestra tem objetivo apresentar o atual cenário do ciberativismo no Brasil, lançar bases para formar estrategistas digitais, aptos a projetarem, implementarem e desenvolverem ações na rede, bem como traçar o cenário futuro relativo ao hacktivismo, este entendido como elemento essencial ao Estado Democrático de Direito e para proteção do cidadão em face das investidas do Estado.
  • Palestrante:
    1. José Antonio Milagre
      • Mini-currículo: Perito Especialista em Crimes Digitais, Consultor para a Legaltech Brasil (www.legaltech.com.br), MCSO (Modulo Certified Security Officer) DSO (Data Security Officer), ITIL Foundation in IT Service Management v2 e v3, Treinamento CHFI, Treinamento 508 SANS, MBA em Gestão de Tecnologia da Informação, Professor da Pós em Segurança da Informação do SENAC, Professor da Pós em Computação Forense da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Professor de Direito Eletrônico e Inteligência Cibernética na FADISP, Membro Consultor do Comitê de Crimes eletrônicos da OAB/SP, Presidente da Comissão de Propriedade Intelectual e Segurança da Informação da OAB/SP 21a. Subsecção, Diretor do GU de Direito Digital e Cybercrimes da SUCESU-SP. Co-Autor do Livro "Internet: O Encontro de dois mundos", pela Editora Brasport, ISBN 9788574523705, 2008, Colaborador no Livro "Legislação Criminal Especial", organizado pelo Professor Luiz Flávio Gomes, Editora RT, 2009, Colaborador no Livro "Manual do Detetive Virtual", escrito por Wanderson Castilho, Editora Matrix, 2009. Autor do Livro "Guerra Eleitoral na Internet: Manual de Estratégias, conformidade jurídica e melhores práticas para uso da Internet em Eleições", Editora Edipro/Legaltech, 2012. Colunista nos veículos IMasters, Ecommerce Brasil, OlharDigital, Pc Magazine Online e Itweb. Twitter: @periciadigital E-mail: jose.milagre@legaltech.com.br

122. PenTest com BackTrack

  • Descrição: A evolução do BackTrack abrange muitos anos de desenvolvimento, testes de penetração, e ajuda sem precedentes da comunidade de segurança. BackTrack originalmente começou com versões anteriores do ao vivo distribuições Linux chamado Whoppix, IWHAX e Auditor. Quando BackTrack foi desenvolvido, ele foi projetado para ser um tudo em um cd ao vivo usada em auditorias de segurança e foi especificamente criado para não deixar quaisquer vestígios de si no laptop. Desde então, expandiu-se para ser o framework de testes mais amplamente adotado penetração na existência e é usado pela comunidade de segurança em todo o mundo. A equipe de desenvolvimento é composta por indivíduos que abrangem diferentes linguagens, regiões, setores e nacionalidades. Dedicamos tempo e esforço pessoal no sentido de garantir que BackTrack mantém sua estatura como líder na comunidade de segurança. Com mais de 4 milhões de downloads do BackTrack 4 Pré-Final, a equipa continua a crescer e se estabelecer como líderes da comunidade de segurança da informação.
  • Palestrante:
    1. Alcyon Ferreira de Souza Junior
      • Mini-currículo: Arquiteto de Soluções McAfee, Professor nas Universidade Católica de Brasília e IESB, Consultor na Training Tecnologia e mantenedor do PORTAL TIC http://portaltic.com/. Apaixonado por tecnologia e software livre. Graduado em 3 diferentes cursos de Tecnologia de Informação, com ênfase em redes de computador. Possui também certificação internacional CNAP e LPIC-I, título de Especialista em Redes de Computador pela CISCO e MBA em Governança de TI. Agora, mestrando em Gestão do Conhecimento e da Tecnologia da Informação pela Universidade Católica de Brasília.

123. CRM Livre numa empresa governamental

  • Descrição:
  • Palestrante:
    1. Décio Ferreira Lindoso
      • Mini-currículo:

124. Building an Open Media Center with xbmc

  • Descrição: There are several different media centers available from Free Software groups, but one that seems to be finding its way into interesting devices (including the Raspberry Pi) is xbmc, which runs on Windows, Apple, GNU/Linux and Android/Linux. This talk will explain and demonstrate the features of xbmc, show how to install it on GNU/Linux and talk about the extensions available for it.
  • Palestrante:
    1. Jon "Maddog" Hall
      • Mini-currículo:

125. PhoneGap: Fazendo aplicativos para diversas plataformas móveis com HTML5

  • Descrição: Aplicativos para dispositivos móveis são cada vez mais requisitados. O problema é que existem diversas plataformas diferentes e, consequentemente, muitas linguagens de programação para aprender, o que faz com que seja muito difícil atingir todos os usuários de smartphones.
PhoneGap é um framework multiplataforma livre que permite seja feito aplicativos para todos os principais sistemas operacionais móveis a partir do mesmo código, escrito em HTML 5, CSS 3 e JavaScript. Esta palestra, além de mostrar o que é possível ser feito com o PhoneGap, ensinará como iniciar no desenvolvimento de aplicativos móveis utilizando o PhoneGap e como fazer deploy para celulares e tablets, com um exemplo prático de deploy para Android.
  • Palestrante:
    1. Diego Guimarães
      • Mini-currículo: Formado em Ciência da Computação pela Universidade Federal Fluminense, usuário e ativista de software livre e desenvolvedor há 7 anos. Participa assiduamente de eventos de tecnologia, palestrando sobre assuntos como Python, Android e desenvolvimento de jogos. É um dos fundadores do blog www.EuAndroid.com.br, apresentador do podcast www.AndroidCast.com.br e um dos organizadores da AndroidConf Brasil. Atualmente trabalha com desenvolvimento web com Django e desenvolvimento de aplicativos para Android.

126. Usando o CMS Joomla para criação de Blogs, Websites e Portais

  • Descrição: Uma ótima oportunidade para conhecerem o potencial do CMS Joomla!. Abordando as funcionalidades e vantagens desta ferramenta, os usuários com conhecimentos básicos de Internet terão condições de iniciar a construção e administração de seus próprios Websites ou Blogs.
  • Palestrante:
    1. Juliano Augusto de Souza Oliveira
      • Mini-currículo: Organizador e nte do Joomla Day Ribeirão Preto, Analista de Sistemas do CIT/Unaerp há 12 anos, trabalha com Joomla e Web Analytics desde 2008, Professor do Curso de Pós-Graduação em Sistemas Web da Unaerp, nte e Incentivador do uso de Open Source em grandes eventos como Joomla Day Brasil (2009, 2011 e 2012), Festival Latino-Americano de Software Livre e LatinoWare. Já prestou consultoria e deu treinamento para várias empresas nacionais e internacionais. Joomleiro de coração e mantém o site julianoaugusto.com onde escreve sobre o CMS Joomla e demais assuntos relacionados à Web.

127. Painel: Como Contribuir em Projetos de Software Livre

  • Descrição:
  • Palestrantes:
    1. Eliane Domingos de Sousa
      • Mini-currículo: Empresária, Membro da Associação Libre de Tecnologias Abertas, Membro da TDF (The Document Foundation - Mantenedora do LibreOffice). Colaboradora voluntária do Projeto LibreOffice. Atuante no fomento do Software Livre. Organizadora do Ciclo de Palestras Software Livre do SINDPD-RJ.
    2. Filipe Saraiva
      • Mini-currículo: Doutorando em engenharia elétrica pela USP, bacharel em ciência da computação pela UFPI. Ativista e colaborador das comunidades de software livre. É desenvolvedor do KDE.
    3. João Eriberto Mota Filho
      • Mini-currículo: Oficial de Cavalaria do Exército Brasileiro. Gerente de Rede e de Segurança em Rede do Gabinete do Comandante do Exército. Professor da Pós-graduação em Perícia Digital na Universidade Católica de Brasília (UCB). Autor dos livros Linux & Seus Servidores (2000), Pequenas Redes com Microsoft Windows (2001), Descobrindo o Linux (3ª edição em 2012) e Análise e controle de tráfego em redes TCP/IP (em andamento). Líder do Projeto HLBR (hlbr.sf.net) e desenvolvedor em outros projetos. Mantenedor Debian, empacotando diversos programas. Membro do time de Forense do Debian.
    4. Paulo Henrique de Lima Santana
      • Mini-currículo:
    5. Úrsula Junque
      • Mini-currículo: Úrsula Junque - a.k.a. Ursinha, é formada em Ciência da Computação pela UNICAMP, e colaboradora do Ubuntu desde 2007. Trabalha em todas as frentes do Ubuntu onde puder ser útil, desde Traduções e desenvolvimento de ferramentas até moderação de canais IRC. Trabalha na empresa Canonical como Defect Analyst dos times Ubuntu Server e Ubuntu Desktop. Membro atuante na comunidade do Ubuntu, é também a primeira mulher a tornar-se Membro Oficial do Ubuntu no Brasil.
    6. Valéssio Soares de Brito
      • Mini-currículo: Jacobinense, hacker, artista digital, pirata e ativista do conhecimento livre. Trabalhou no Programa de Inclusão Digital do Estado da Bahia, foi coperante fundador da cooperativa de tecnologias livre (COLIVRE); Membro da ASL.org e FSF.org; Co-fundador da comunidade InkscapeBrasil.org, DebianArt.org e colaborador ativo da rede SoftwareLivre.org desde 2010. Atualmente Consultor PNUD para o Ministério da Justiça em Tecnologias Livres.

128. Elastix - Um excelente PBX IP de código livre

  • Descrição: Atualmente Elastix é a melhor distribuição do Asterisk e tem sido muito utilizado devido a facilidade na instalação e configuração. Esta palestra tem o objetivo de mostrar as características e recursos do Elastix/Asterisk, os cuidados que precisamos ter para as ligações funcionarem com qualidade, a facilidade da configuração da interface gráfica, as aplicações e exemplos de utilização, proporcionando uma grande economia nas ligações telefônicas, além de muitos recursos avançados. Com a interface gráfica, qualquer pessoa pode facilmente criar ramais, grupos, troncos, rotas de entrada e saída, regras de discagem, permissões, interligação entre 2 ou mais servidores elastix, além de diversos outros recursos como gerenciamento de filas, URA (Unidade de Resposta Audível), Call Back, siga-me, conferências, gerenciamento de fax, rotas de menor custo, tarifação das ligações, call center, etc.
  • Palestrante:
    1. Alberto Mitsuo Sato
      • Mini-currículo: Engenheiro de Eletrônica e Telecomunicações (CEFET-PR 88), com certificado da Cisco CCNP (Cisco Certified Network Professional), tendo atuado por 11 anos na Telepar / BrasilTelecom nas áreas de telecomunicações, suporte a desenvolvimento de sistemas, gerenciamento da Rede Corporativa e implantação do gerenciamento de Sistemas de Supervisão e Controle do Backbone Internet e Rede de dados (Rede Determinística, Frame-relay e ATM). Com mais de 8 anos de experiência de VoIP e Asterisk, atualmente é um dos sócios e Diretor Técnico da empresa Innovus de Volta Redonda, empresa que atua na área de produtos e serviços de VoIP e Asterisk, com diversos projetos e desenvolvimentos na área, incluindo o produto PBX IP NetPBX e o software de tarifação para Provedores VoIP, o NetPBX Billing System, além de treinamentos e realização de eventos. Como instrutor, já ministrou diversos cursos nas áreas de informática e redes, incluindo cursos de roteadores Cisco. Também já ministrou centenas de cursos de VoIP, Asterisk e Elastix pela Innovus em diversas cidades do Brasil e de Portugal, além de realizar diversas palestras técnicas e workshops do mesmo assunto. Idealizador do maior Portal de VoIP do Brasil, o VoIPCenter e também do Portal Asterisk on Line, além de um dos principais eventos de VoIP e Asterisk do Brasil, o Encontro VoIPCenter. Com Certificado ECE - Elastix Certified Engineer, obtido em maio de 2009 em Barcelona.

129. Produção de games com tecnologia livre ou proprietária, qual usar?

  • Descrição: No presente trabalho será discutido o uso de tecnologias livre comparada com tecnologias proprietárias para a criação de jogos eletrônicos com ênfase em 2D e 3D. Serão abordados criação de texturas, criação de modelos 3D, estáticos e dinâmicos, exportação e portabilização para engines como UDK e Unity 3D e a diferença entre estes e o Blender game Engine. Também serão abortados os diferentes frameworks, como o PlayN do Google, para a criação de games. Serão abordadas as comparações entre: Photoshop e gimp, Blender 3d, Autodesk 3D max e GMax, integração com UDK e Unity 3D e as principais características destes comparados como Blender Game Engine, e os frameworks PlayN e XNA. Por ultimo as conclusões de qual é a melhor escolha para o melhor desenvolvimento.
  • Palestrante:
    1. Renan Guilherme Nespolo
      • Mini-currículo: Possui graduação em Informática para Negócios pela Faculdade de Tecnologia de São josé dos Rio Preto (2011). Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Sistemas de Computação.

130. Arduino e a Internet das Coisas

* Descrição: Esta palestra apresenta o microcontrolador Arduino, hardware e software livre de grande sucesso, e como ele pode ser utilizado em vários cenários do tema Internet das Coisas. Tópicos abordados na apresentação:Arduino - HW e SW livre!; Como programar o Arduino; Sensores e atuadores; Internet das Coisas; Casos de uso Arduino e IoT: medicina, veículos, automação residencial; Demonstração prática com Arduino, recebendo dados de sensores, atuando sobre sistemas e se comunicando com a internet.
  • Palestrante:
    1. Hugo Cesar Crohare Lavalle
      • Mini-currículo: Possui 24 anos de experiência em desenvolvimento de software. Trabalha com Java desde 1998. Pesquisador na área de TV digital interativa entre 2007 e 2011. Atualmente é arquiteto de software e líder técnico na Fundação CPqD. Possui as certificações SCJP e SCWCD. Fã de software livre, agile, cloud computing e arduino. Artigos na Java Magazine (ed. 66 e 68). Palestrante em eventos técnicos como JavaDay, TDC e FISL.

131. Tudo que você sempre quis saber sobre GNU/Linux mas não tinha coragem de perguntar

  • Descrição: Quer saber o que é, afinal, GNU/Linux? Um introdutória sobre software livre, explicando conceitos, história, personalidades e filosofia, para não restar nenhuma dúvida - apenas a vontade de saber mais.
  • Palestrante:
    1. Rubens Queiroz de Almeida
      • Mini-currículo: Trabalha na Unicamp, no Centro de Computação, desde 1988. Criador do site Dicas-L, um dos mais antigos do Brasil com a temática do software livre.

132. GPT: domine a nova geração de tabela de partições de disco

  • Descrição: O GUID Partition Table (GPT) é um novo modelo de tabela de partição de disco, que faz parte do padrão UEFI, desenvolvido inicialmente pela Intel, como substituição à BIOS tradicional em PC. O GPT é uma
realidade atual e emergente, uma vez que o antigo MBR possui limitações e, juntamente com o sistema BIOS tradicional, só permite a utilização de discos de até 2 TB, contra 9 ZB do GPT. A mostrará os detalhes técnicos sobre o GPT, bem como a sua gerência e utilização máquinas com GNU/Linux.
  • Palestrante:
    1. João Eriberto Mota Filho
      • Mini-currículo: Oficial de Cavalaria do Exército Brasileiro. Gerente de Rede e de Segurança em Rede do Gabinete do Comandante do Exército. Professor da Pós-graduação em Perícia Digital na Universidade Católica de Brasília (UCB). Autor dos livros Linux & Seus Servidores (2000), Pequenas Redes com Microsoft Windows (2001), Descobrindo o Linux (3ª edição em 2012) e Análise e controle de tráfego em redes TCP/IP (em andamento). Líder do Projeto HLBR (hlbr.sf.net) e desenvolvedor em outros projetos. Mantenedor Debian, empacotando diversos programas. Membro do time de Forense do Debian.

133. Plugins no WordPress: Fazendo o Negócio Direito

  • Descrição: Embora o desenvolvimento de plugins no WordPress tenha se tornado algo extremamente popularizado, é comum encontrar soluções que não atendem a um conjunto básico de boas práticas. Não se quer apresentar nenhum beabá de plugins, mas sim de cobrir diversos aspectos técnicos importantes e detalhados de desenvolvimento, e que ajudam a construir plugins de melhor qualidade e manutenção através do que o próprio WordPress tem a oferecer.
  • Palestrante:
    1. Vinicius Massuchetto
      • Mini-currículo: Desenvolvedor formado em Química pela UTFPR e Ciência da Computação pela UFPR. Trabalha intensamente com tecnologias Web, e foi também o organizador dos dois WordCamps de Curitiba. Defensor da liberdade de código e do conhecimento, vê no WordPress uma expressão valiosa da comunidade do software livre.

134. Desenvolvendo aplicações de comunicação com Asterisk

  • Descrição: Diferente do que a maioria das pessoas acredita, o Asterisk não é um PBX-IP e VoIP? não significa fazer ligações via internet. O conceito vai muito além de PBX e ligações via internet. Tanto o Asterisk quanto VoIP? são apenas ferramentas para o desenvolvimento de aplicações com propósitos muito mais amplos, tal como Comunicações Unificadas, Automatização da comunicação de dados e voz, melhora da qualidade de serviços de comunicações e muito mais. Nesta apresentação construiremos aplicações de software e hardware utilizando o Asterisk e VoIP? para diferentes nichos e necessidades, como PBX-IP, Central de Monitoramento de Alarmes, Unidades de Resposta Audível (URA) e aplicações Home e HomeOffice?.
  • Palestrante:
    1. Douglas Conrad
      • Mini-currículo: CEO da Empresa OpenS? Tecnologia, onde foi idealizador da Família de soluções de comunicação SNEP, idealizou e coordenou a transformação de serviços em soluções e produtos, criou um inovador modelo de negócios para empresas de Software Livre. É um especialista em arquitetar soluções, gerência de equipes e projetos. Possui mais de 13 anos de experiência como Instrutor Técnico, prestando serviços de treinamento em serviços de Infra-Estrutura de Redes GNU/Linux e Asterisk. É formado em Gestão da Tecnologia da Informação pela UNISUL.

135. Bastidores Debian - Entenda como a distribuição funciona

  • Descrição: O objetivo da é explicar o que é e como funciona o Projeto Debian. Há a abordagem sobre aspectos históricos, o ciclo de processamento de pacotes e a organização interna do projeto e dos seus colaboradores, além de algumas estatísticas interessantes.
  • Palestrante:
    1. João Eriberto Mota Filho
      • Mini-currículo: Oficial de Cavalaria do Exército Brasileiro. Gerente de Rede e de Segurança em Rede do Gabinete do Comandante do Exército. Professor da Pós-graduação em Perícia Digital na Universidade Católica de Brasília (UCB). Autor dos livros Linux & Seus Servidores (2000), Pequenas Redes com Microsoft Windows (2001), Descobrindo o Linux (3ª edição em 2012) e Análise e controle de tráfego em redes TCP/IP (em andamento). Líder do Projeto HLBR (hlbr.sf.net) e desenvolvedor em outros projetos. Mantenedor Debian, empacotando diversos programas. Membro do time de Forense do Debian.

Oficinas

Total oficinas convidados = 06

Total oficinas submissão = 04

201. Usando HardeningOne? para avaliar ambientes sem Hardening

  • Descrição: Uso de uma ferramenta simples para detectar alguns pontos necessários para Hardening de Configuração.
  • Oficineiro:
    1. Mauro Risonho de Paula Assumpção
      • Mini-currículo: Mauro Risonho de Paula Assumpção aka firebits é pesquisador de segurança e palestrante em conferências de segurança. Tem realizado várias testes de segurança, análise em vulnerabilidades e hardening de infraestrutura, com desenvolvimento de projetos independentes internos ou externos para organizações como Site Blindado, Editora Abril, Sodexo Pass Brasil, Intel (Evento Moblin), Google (Palestra OpenHardening?), Microsiga (ERP), Avon(Mini-Projetos), CMS Energy (Projeto CAT79) e outros. Palestrou na OWASP Brasil 2010, c0c0n (india - remotamente), Google Jam Brasil 2011 e outros eventos. Foi fundador do site "Backtrack Brasil" - site não oficial www.backtrack.com.br (hoje com outros membros e não tem mais ligação com o projeto) e Moderador e Tradutor Backtrack EUA na comunidade brasileira www.backtrack-linux.org Seu lema é: "devo aprender com humildade muitas coisas e se souber de algo ensinar com humildade."

202.

  • Descrição:
  • Oficineiro:
      • Mini-currículo:

203. Dados Abertos - Sprint Radar Parlamentar

  • Descrição: Na oficina explicaremos como acessar e processar dados abertos de votações parlamentares, que são disponibilizados pelos órgão oficiais no formato XML, seja como arquivos ou por web services. Utilizando estes conhecimentos, os participantes realizarão um ciclo de desenvolvimento do projeto Radar Parlamentar (http://radarparlamentar.polignu.org), resolvendo problemas reais do projeto e adicionando mais dados ao sistema. O projeto Radar Parlamentar já utiliza dados abertos da Câmara Municipal de São Paulo e da Câmara dos Deputados para construir vizualições que comparam os partidos políticos em relação às votações nas sessões legislativas.
  • Oficineiros:
    1. Diego Rabatone Oliveira
      • Mini-currículo: Hacker integrante do PoliGNU, estudante de engenharia, militante pelo Software e pela Cultura Livre, membro ativo do movimento de Dados Abertos, Transparência Pública, Participação Popular e da comunidade Transparência Hacker.
    2. Leonardo Alexandre Ferreira Leite
      • Mini-currículo: Graduado em Engenharia Elétrica ênfase Computação pela Escola Politécnica da USP. Atualmente faz mestrado em ciências da computação pelo IME USP. É um dos fundadores do PoliGNU, Grupo de Estudos de Software Livre da Poli USP.

204. Aprenda git e contribua em projetos Open Source

  • Descrição: Você sempre quis contribuir em projetos open source mas nunca soube como começar? Pois saiba que apenas conhecendo um pouco de git e tendo uma conta no github você já está apto a contribuir em MILHÕES de projetos open source. Git é um poderoso sistema de controle de versão distribuído criado por, nada mais nada menos que, Linus Torvalds. Github é uma plataforma fantástica para controle de repositórios git. Atualmente, boa parte dos projetos open source ativos são controlados por git e estão disponíveis no Github. Nesta oficina serão apresentadas as principais características e comandos do git, e o fluxo de desenvolvimento dos projetos open source mantidos no Github. E No final, você poderá ter alguma contribuição submetida em um projeto open source.
  • Oficineiro:
    1. Guilherme Fernando Ferreira
      • Mini-currículo: Bacharel em Ciência da Computação pela PUC Minas - Poços de Caldas. Desenvolvedor web há 9 anos, com experiência em diversas linguagens como Java, PHP, Ruby, Python e Javascript. Atualmente, colabora nos projetos ágeis desenvolvidos pela Webgoal.

205. Instalação de Ubuntu

  • Descrição: Oficina que abordará os primeiros passos da instalação de um Ubuntu e sobre a estrutura básica do sistema.
  • Oficineiro:
    1. Diego Rabatone Oliveira
      • Mini-currículo: Hacker integrante do PoliGNU, estudante de engenharia, militante pelo Software e pela Cultura Livre, membro ativo do movimento de Dados Abertos, Transparência Pública, Participação Popular e da comunidade Transparência Hacker.
    2. Thiago Costa de Paiva
      • Mini-currículo: Bacharelando em Fisica IF-USP. Ministra atualmente o curso de LaTeX no Ime-USP.

206. Drupow! - Crie seu próprio portal com Drupal 7

  • Descrição: Palestra visando introduzir e apresentar os principais aspectos e etapas de um teste de invasão, desde a descoberta de vunerabilidades até a exploração da vunerabilidade em linux e windows, utilizando a ferramenta open source Metasploit Framework. Apresentação das nomeclaturas utilizadas pelos adeptos ao pentest (exploit, payloader, etc), história da ferramenta e do projeto metasploit, e exemplo de invasão utilizando laboratórios em maquina virtual.
  • Oficineiros:
    1. Rubens Menezes
      • Mini-currículo: Historiador da Ciência e Tecnologia e professor de Sistemas Operacionais na FATEC desde 2006. Como historiador pesquisa sistemas operacionais, software livre, propriedade de intelectual e as ideologias motrizes do desenvolvimento tecnológico. No tempo livre é um tremendo nerd de Linux e Drupal.

207. Design com Software Livre: Migrando para o Inkscape e GIMP

  • Descrição: Uma oficina dividida em 2 partes, uma focada na ferramenta Inkscape, onde o participante desenvolve habilidades para criação de ilustrações e diagramação e em outro momento um foco no software livre GIMP, para edição e montagens de fotos. Venha desenvolver sua criatividade e habilidades artisticas para edição de imagens, ilustrações e ou diagramação de cartazes ou panfletos digitais com Software Livre. Se você já faz uso de software similares, essa oficina é o primeiro passo para você migrar.
  • Oficineiro:
    1. Valéssio Soares de Brito
      • Mini-currículo: Jacobinense, hacker, artista digital, pirata e ativista do conhecimento livre. Trabalhou no Programa de Inclusão Digital do Estado da Bahia, foi coperante fundador da cooperativa de tecnologias livre (COLIVRE); Membro da ASL.org e FSF.org; Co-fundador da comunidade InkscapeBrasil.org, DebianArt.org e colaborador ativo da rede SoftwareLivre.org desde 2010. Atualmente Consultor PNUD para o Ministério da Justiça em Tecnologias Livres.

208.

  • Descrição:
  • Oficineiro:
      • Mini-currículo:

209. LaTex

  • Descrição: LaTeX é uma poderosa ferramenta livre para a produção de documentos com alta qualidade. Reconhecida no mundo todo por seus recursos capazes de lidar com as estruturas mais complexas, ela é recomendada em universidades, revistas científicas e até mesmo as editoras a utilizam na elaboração de livros. Nesta oficina guiaremos os participantes em seus primeiros passos neste vasto mundo do LaTeX, quebrando paradigmas e mostrando um pouco das possibilidades que essa ferramenta traz.
  • Oficineiros:
    1. Moisés Medeiros de Oliveira
      • Mini-currículo: Bacharelando em Fisica IF-USP. Ministra atualmente o curso de LaTeX no Ime-USP.
    2. Thiago Costa de Paiva
      • Mini-currículo: Engenheiro Eletrônico formado pela Escola Politécnica da USP, especializado em sistemas embarcados. Entusiasta de Software Livre, é integrante do PoliGNU praticamente a partir da fundação do grupo. Teve seus primeiros contatos com GNU/Linux em 1998 e em 2006 este sistema operacional passou a ser o seu principal. Em 2004 conheceu a ferramenta de editoração LaTeX e desde 2009 leciona cursos e oficinas sobre ela

210.

  • Descrição:
  • Oficineiro:
      • Mini-currículo:

211.

  • Descrição:
  • Oficineiro:
      • Mini-currículo:

212. Coding Dojo

  • Oficineiro:
      • Mini-currículo:

213. Hackeando o Facebook e o Twitter com Python

  • Descrição: Introdução à linguagem Python. Criação de um cliente Twitter passo-a-passo. Hackear o Facebook para baixar fotos de amigos. Requisitos: conta no Facebook, notebook com Python 3.x instalado e vontade de aprender coisas novas.
  • Oficineiro:
    1. Fernando Masanori Ashikaga
      • Mini-currículo: Docente da FATEC São José dos Campos, graduado em Computação pelo IME-USP e mestrado pelo ITA. Desenvolveu projetos para a Cobra Tecnologia, Credicard Mastercard, PriceWaterhouse&Coopers e Itaú BankBoston. Interesses: Python, Data Warehouse, NoSQL, Google Technology, Facebook. Voluntário em projetos sociais voltados para a educação nos finais de semana. Adora dar aulas.

214. Blender para TODOS!

  • Descrição: Ao longo de 7 anos contribuindo com a comunidade de código aberto, principalmente dentro da computação gráfica livre, muitas pessoas me perguntam por que o mundo da animação e modelagem 3D é tão complicado, seja no mundo 'livre' ou no mundo 'fechado'. Esta atividade visa literalmente tornar este universo mais amigável e conhecido. Conteúdo programático : - Blender não é o bicho papão!; - A cena 3D e seus objetos básicos; - S.R.G essas letras vão mudar sua vida!; - Introdução a modelagem de objetos; - Introdução a texturização e materialização de objetos; - Controlando a Câmera; - Sua primeira animação 3D!; - Introdução a criação de interiores 3D.
  • Oficineiro:
    1. Guilherme Razgriz
      • Mini-currículo: Diretor de arte desde 2003 o mesmo utiliza apenas ferramentas livres em suas tarefas diárias, seja na criação de uma complexa peça como uma empena com tipografia exótica ou ainda redigindo um simples documento interno. Participante ativo de diversos projetos da comunidade como por exemplo o vivaolinux foi ainda mantenedor do portal referência em Gimp no Brasil *(www.ogimp.com.br) entre 2009 e 2012. Criador e Ceo da primeira escola de computação gráfica livre do Brasil o Cria Livre, Razgriz também é membro fundador do grupo de interesse em prol das ferramentas de criação livres dentro do portal Software Púlbico, o 4CMULTI. Razgriz é também autor de vastíssima documentação especializada em direção de arte com software livre sendo hoje o blog “El Diablo Criativo*(http://razgrizbox.tumblr.com)” a fonte mais vasta em documentação avançada que se pode encontrar em português na web sobre o seguimento. Razgriz também ministra desde 2005 palestras e mini cursos sobre computação gráfica e direção de arte com software livre, afim de que a própria comunidade deixe de pensar nessa ramificação como uma alternativa a outras soluções pagas, mas sim como uma solução tão boa ou se não superior em diversos quesitos. Ele considera que o software nada mais é do que uma extensão das nossas capacidades mentais e motoras, e que a grande vantagem do software livre é que não existem restrições quanto as possibilidades de tais benefícios.

215.

  • Descrição:
  • Oficineiro:
      • Mini-currículo:

216.

  • Descrição:
  • Oficineiro:
      • Mini-currículo:

217.

  • Descrição:
  • Oficineiro:
      • Mini-currículo:

218.

  • Descrição:
  • Oficineiro:
      • Mini-currículo:

219.

  • Descrição:
  • Oficineiro:
      • Mini-currículo:

-- PauloSantana - 25 Jan 2013

Topic revision: r18 - 25 Jan 2013 - 23:02:25 - PauloSantana


 
This site is powered by FoswikiCopyright © by the contributing authors. All material on this collaboration platform is the property of the contributing authors.
Ideas, requests, problems regarding Wiki-SL? Send feedback