Inkscape Brasil

Siga-nos no Twitter Siga-nos no Identi.ca
Versão Estável 0.91 Baixe Agora! Chat!

FAQ - Perguntas Freqüentes

A idéia desta FAQ é ser uma versão traduzida da FAQ do oficial do Inkscape, com a adição de perguntas e respostas específicas a realidade brasileira.

Colabore com a Tradução!

Geral

O que é Inkscape?

Inkscape é um editor vetorial gráfico com código aberto (open source), semelhante ao Adobe Illustrator, Corel Draw, Freehand ou Xara X. O que destaca o Inkscape. emtre os demais, é justamente a adoção nativa do formato SVG (Desenhos ou Gráficos Vetoriais Escaláveis), dentro do padrão formato aberto XML, criado pelo W3C (World Wide Web Consortium).

O que é Inkscape Brasil?

O Inkscape Brasil é uma comunidade com interesse em agregar pessoas de todo Brasil para discutir, trocar conhecimentos, divulgar e contribuir para o projeto inkscape.org.

O que é gráfico vectorial?

Diferentemente de editores de imagens raster (também chamadas de bitmaps) tais como Photoshop ou GIMP, Inkscape armazena os gráficos em um formato de vetor. Desenho vetorial é uma descrição independente de resolução para os shapes e os objetos que se vê nas imagens. Um engine de rasterização usa esta informação, que é como uma "descrição matemática", para determinar como plotar cada linha e cada curva, em qualquer resolução ou tamanho de zoom.

Gráficos raster sempre estão vinculados a uma resolução específica, e as imagens são armazenadas como um mapa de pixels.

Gráficos em vetor são como um complemento, uma espécie de alternativa, a gráficos bitmaps. Cada um tem seu propósito, eles são úteis para tipos de coisas distintos. Gráficos raster tendem a ser melhores para fotógrafos e alguns tipos de desenho artístico, enquanto que vetores são muito mais apropriados para desenhos de composições, logomarcas, images com texto, ilustrações técnicas, etc.

Observe que Inkscape também pode importar e mostrar imagens bitmap. Um bitmap importado é como um objeto em seus gráficos vetoriais, e você pode fazer com ele muito do que pode fazer com os outros tipos de objetos (mover, transformar etc).

O que é "Scalable Vector Graphics"?

Scalable Vector Graphics (SVG) é um formato para gráficos vetoriais baseado em XML desenvolvido pela W3C. É um padrão aberto projeto para a indústria. Sua aceitação está crescendo rapidamente. Atualmente, a maioria do editores de gráficos vetoriais pode importar e exportar SVG, e browsers modernos (tais como Firefox e Opera) podem mostrá-lo diretamente, sem requerer instalação de plugin. Para Internet Explorer existe um plugin da Adobe chamado SVG Viewer. Para mais informações, veja os tópicos sobre SVG a seguir.

Inkscape está pronto para ser usado em produção?

Sim! Ainda que o Inkscape não tenha todas as características presentes no principais editores vetoriais, suas versões mais recentes proporcionam uma grande variedade de capacidade para edição básica de gráficos vetoriais. Pessoas relatam sucesso na utilização do Inkscape em um bocado de projetos diferentes (gráficos para a web, diagramas técnicos, arte criativa, logomarcas, mapas).

Centenas de imagens na Wikipédia são criadas com Inkscape, assim como a maioria do contéudo da Open Clip Art Library. Muitos exemplos de arte produzida com Inkscape podem ser vistos a partir da Galeria e no devianART.

Nós sempre tentamos manter o código utilizável por usuários reais, pois acreditamos que um ciclo de iteração apertado entre usuários e desenvolvidores dar bons resultados.

Você pode começar a usar Inkscape junto com suas outras ferramentas a partir de agora!

Quais sistemas operacionais executam o Inkscape?

Nós providenciamos pacotes de binários para GNU/Linux, Windows 2000/2003/XP (instalador automático), e Mac OS X (pacote dmg). Sabemos que o Inkscape é usado com sucesso no FreeBSD, e em outros sistemas operacionais Unix-like. Obs.: Windows 98 e ME não são mais suportados.

Qual é a história do Inkscape?

O Inkscape é um fork do Sodipodi criado no final de 2003 por quatro desenvolvedores do próprio Sodipodi: Bryce Harrington, MenTaLguY?, Nathan Hurst e Ted Gould.

A missão era criar uma ferramenta de desenho que implementasse completamente o formato SVG, que fosse escrita em C++, com uma nova interface, mais amigável (implementando Gnome HIG) , de código aberto, usando um processo de desenvolvimento orientado à comunidade.

Dentro de alguns meses o projeto liberou várias versões do software, sendo rapidamente adicionadas características significantes, além de feitas melhorias no código base. Logo o Inkscape se estabeleceu como um notável projeto Open Source.

O que "Inkscape" significa?

O nome é a junção de duas palavras do inglês: "ink" e "scape".

Ink (em português: tinta)é um tipo de substância comum quando se fala em desenho. É usada quando o trabalho está pronto para ser permanentemente fixado no papel. Daí vem a idéia de que o inkscape está pronto para o trabalho em produção.

Um scape é uma visualização de um grande número de objetos, tais como uma paisagem (em inglês: landscape) ou o mar (em inglês: ocean-scape). Isto alude à natureza orientada a objetos das imagens em vetor.

Eu posso criar páginas web com ele?

Muitos autores web usam Inkscape para modelar (ou gerar partes de) páginas web, tais como banners, logos, ícones, entre outras coisas.

Com os avanços recentes no suporte a SVG em web browsers (tais como Firefox e Opera), usar SVG diretamente na web torna-se mais uma opção. Por exemplo, com Firefox 1.5 ou superior, você pode visualizar com perfeição qualquer documento SVG que tenha sido criado usando o Inkscape. Teoricamente, SVG e XHTML podem estar juntos em um mesmo documento. Assim os usuários e desenvolvedores interessados podem explorar mais esta possibilidade.

Infelizmente, apesar do SVG ser o padrão para gráficos vetoriais da Internet, alguns web browsers mais antigos (ainda muito comuns) não oferecem suporte a ele.

Autores de páginas web que precisam suportar a grande variedade de web browsers existentes convertem cada gráfico SVG para uma imagem raster no formato PNG a partir do Inkscape; e muito provavelmente, depois usam um editor de imagens raster para obter como resultado final uma imagem JPG ou uma imagem GIF - que são formatos ainda mais largamente utilizados por aqueles browsers.

Como eu faço um objeto no SVG linkar para um site, de forma que clicando no objeto o site abra?

Você pode criar links clicáveis nos objetos. No Inkscape, clique com o botão direito no objeto, então clique "Criar Link". Depois, clique com o botão direito em seu novo link e escolha "Propriedades do Link" para configurar o endereço da web e muitas outras propriedades.

Outra maneira de fazer hyperlinks é editar o XML diretamente. Dentro do Inkscape abra o editor de XML (Shift+Ctrl=X)... ou use seu editor de textos favorito.

Em primeiro lugar analise o elemento e adicione o seguinte se já estiver lá:

xmlns:xlink="http://www.w3.org/1999/xlink"

Então ache o objeto que você quer que as pessoas cliquem nele. Digamos que ele seja uma elipse vermelha que se parece com isto no editor XML:

  <ellipse cx="2.5" cy="1.5" rx="2" ry="1" fill="red" />

Circunde o objeto com um tag "a xlink:href":

  <a xlink:href="">
    <ellipse cx="2.5" cy="1.5" rx="2" ry="1" fill="red" />
  </a>

Então preencha a URL de destino:

  <a xlink:href="http://inkscape.org/">
    <ellipse cx="2.5" cy="1.5" rx="2" ry="1" fill="red" />
  </a>

Feche o editor e retorne à edição gráfica normal.

Eu posso criar animações?

Não, Inkscape não suporta animação no SVG ainda. Ele é para graficos 2D estáticos. Entretanto, você pode criar gráficos no Inkscape e usá-los em animações FLASH ou GIF. Desde fevereiro de 2006 Blender pode importar dados SVG e usá-los na renderização de gráficos 3D.

Será que vai haver um Inkscape 1.0? Como ele seria?

Assumindo que o desenvolvimento continua, ainda que devagar, inevitavelmente chegaremos à versão 1.0, mas nenhuma data em particular foi discutida ainda.

Um dos objetivos que devem ser alcançados antes da versão 1.0 é implementar completamente a especificação do SVG 1.1.

Antes da tão esperada versão 1.0 deverá haver esforços significativos para "aparar as pontas". Com isso espera-se maior estabilidade e status. Tal processo consumirá tempo, e até que seja finalizado o Inkscape poderá mudar substancialmente entre uma versão e outra.

Utilizando Inkscape

Traduzir esta seção.

Contribuindo com Inkscape

Como eu posso ajudar o Projeto Inkscape?

Se você é um desenvolvedor, pegue o código, estude-o, e separe o que chamar sua atenção. Envie um patch quando estiver satisfeito com ele e pronto para compartilhar seus esforços com os outros. Nós também precisamos de escritores e tradutores, para o manual do usuário e para os arquivos de internacionalização (I18N).

Encaramos as contribuições de maneira muito séria e seguimos o princípio "_patch_ primeiro, discutir depois"; portanto é muito provável que seus esforços apareçam no código base rapidamente. Naturalmente existem regras e normas que devem ser seguidas, mas nós tentamos mantê-las às claras, não fazer provocar "surpresas" com elas, deixá-las óbvias.

Eu não sou programador, ou não quero programar. Eu posso ajudar? Como?

Certamente! Enquanto existe muito de trabalho de codificação para ser feito, existe também um bocado de outras tarefas, não relacionadas a programação, que precisam ser executadas para que o projeto tenha sucesso:

Questionários sobre bugs e testes:

Identificar e caracterizar bugs pode ajudar MUITO, pois reduz enormemente a quantidade de tempo necessário para corrigí-los.

Ajudando os usuários

Para fazer uma boa aplicação de desenho é extremamente importante também construirmos uma boa comunidade em volta dela; você pode nos ajudar diretamente a alcançar este objetivo, ajudando os outros usuários. Acima de tudo, queira manter a comunidade do Inkscape agradável, um lugar de tão boas maneiras quanto é o seu relacionamento com os outros do grupo.

Desenvolvimento (da parte que não precisa saber programar)

Pregue o Inkscape ao mundo!

Ou seja, faça marketing e "evangelismo" para o Inkscape.

Aumentar o tamanho da base de usuários é importante. Uma rede de usuários interessados tem seus efeitos, e isso significa mais contribuidores em potencial. Espera-se que as pessoas digam coisas agradáveis sobre nós, e a palavra "Inkscape" andar de boca em boca é algo que acreditamos ser importante. Todos os nossos usuários e desenvolvedores são como embaixadores para o Inkscape; outras pessoas irão fazer juízos baseadas no comportamento desses embaixadores. É importante que todos sejam educados e simpáticos, e façam do Inkscape um projeto de pessoas que gostam de usar o software e trabalhar nele, todo outro evangelismo segue naturalmente daqui.

Geralmente para construir a comunidade nós preferimos qualidade a quantidade, então tenha cuidado para não exagerar na quantidade evangelização, no "espírito de vendedor". Nós queremos trabalhar com outras aplicações, e "matar" ou fazer comentários que rebaixem os outros softwares é contra-produtivo.

Nós precisamos gerenciar expectativas. Queremos que os usuários se surpreendam pelo que o Inkscape faz, e não que se desapontem por causa de características próprias de outros softwares que ele ainda não implementa.

Inkscape deve ser pensado como algo que proporciona aos artistas novas maneiras de ser criativo, que complementam as práticas e ferramentas atuais.

Onde eu obtenho um banner para o Inkscape?

Veja o nosso Material de Divulgação.

Sinta-se livre para contribuir com seus próprios banners ou botões, e ajudar a promover o Inkscape. Os melhores poderão ser referenciados, nesta seção.

Como eu evito causar flamewars em uma lista de e-mails?

O Projeto Inkscape tem orgulho de manter uma comunidade amigável. Só que como estamos todos apaixonados e com idéias diferentes, às vezes, nestas circunstâncias, algumas discussões podem ficar bem quentes. Quando nos posicionamos firmes sobre as coisas é fácil deixar a argumentação de lado e adotar um palavreado improdutivo.

Aqui estão algumas dicas para se comunicar eficientemente no comunidade Inkscape

  1. Faça sua argumentação, preferencialmente, sem usar comparações. Na maioria das vezes comparações não acrescentam. Elas podem até atrapalhar, pois muitos já criaram resistência a este tipo de raciocínio. Por exemplo: pessoas usam Inkscape para escapar do software que você está comparando o Inkscape smile
  2. Não assuma que desenvolvedores, usuários e profissionais da indústria são grupos que mutuamente se excluem. Desenvolvedores na realidade são usuários desenvolvendo software para uso próprio; alguns também são profissionais da indústria que usam o Inkscape para seu sustento diário. Isto significa que argumentos que comecem com generalizações sobre "os desejos e as expectativas dos usuários" têm de lutar contra o fato de que os usuários estão desenvolvendo software da maneira que eles querem.
  3. Não assuma que resistência à sua idéia é indicativo de desrespeito pelos desejos e necessidades de usuários não-desenvolvedores. Muitos dos desenvolvedores investem grandes quantidades de tempo conversando com usuários pessoalmente, através do IRC e das listas de e-mails. Nós sabemos quando questões são importantes porque ouvimos o consenso. A maior parte das características do Inkscape sugiram em resposta direta às necessidades e solicitações de usuários, que expuseram suas preocupações de forma persistente e educada. Com efeito, já que os desenvolvedores do Inkscape julgam pelo consenso dos usuários, uma maneira eficaz de ter um ponto aprovado é demonstrar um padrão de exigências de mudanças por parte de uma parcela de usuários, ou demonstrar como as mudanças que você propõe satisfariam um grande número de requisições de usuários. (Isto não quer dizer que aquilo que a massa pede sempre é correto, mas existe geralmente fortes indícios de ser.)
  4. O projeto precisa de contribuidores para viver e prosperar, e todos gostam de ver sangue novo envolvendo-se. Quanto mais você se envolver; mais você dará de seu sangue, suor e lágrimas, e mais a comunidade será solícita com você. É isso, simples; contribuir é o que realmente importa. Lembre-se do slogan do Inkscape, "_Patch_ primeiro, discutir depois." Isto não é apenas um aforismo. Muitas vezes uma explanação não pode compreender todos os fatores. Para que se consiga ver alguma coisa, na prática, é necessário um modelo ou protótipo. Apresentar suas idéias como patches elimina a preocupção de que os outros vão ter que trabalhar para implementar sua idéia.
  5. Lembre-se sempre que nós compartilhamos objetivos comuns. Nada mais que isso: nós todos queremos ver o Inkscape melhor. Quando você sentir que uma discussão está esquentando, procure fazer a mediação.

Tópicos sobre SVG

Os documentos SVG criados pelo Inkscape são SVG válidos?

Sim. Inkscape não implementa todas as características do formato SVG, mas todos os arquivos que ele gera são SVG válidos (com exceção parcial e temporária para o fluxo de texto, detalhada a seguir). Todos os engines de renderização que implementem a risca o padrão SVG mostrarão as imagens tal como o Inkscape mostra. Se isso não acontecer, trata-se de um bug. Se esse _bug for no Inkscape, nós o corrigiremos (especialmente se você nos ajudar relatando-o!).

O que há com o fluxo de texto?

Quando o fluxo de texto foi adicionado ao Inkscape, foi implementado para o então corrente e não-terminado rascunho da especificação do SVG 1.2 (e era sempre descrito como uma característica experimental). Infelizmente, no processo evolutivo dos rascunhos do SVG 1.2, a W3C decidiu mudar a forma de especifciar aquela característica. Atualmente o SVG 1.2 ainda não está concluído, e como resultado, pouquíssimos engines de renderização atualmente implementam a velha ou a nova sintaxe para fluxo de texto do SVG 1.2. Assim, tecnicamente, os arquivos SVG do Inkscape que usam fluxos de texto não são SVG 1.1 válidos, e com freqüência causam problemas (erros, e caixas pretas com nenhum texto).

No entanto, devido à grande utilidade da característica, que por sinal é muito requisitada, nó decidimos mantê-la disponível para os usuários. Quando a especificação final do SVG 1.2 for publicada, nós mudaremos a implementação do fluxo de texto para que seja completamente obediente ao padrão, e providenciaremos uma maneira de migrar os objetos de fluxo de texto escritos da maneira antiga para o novo formato.

Até que isto seja feito, contudo, você não deve usar fluxo de texto em documentos que você intencione utilizar fora do Inkscape. Um fluxo de texto é criado clicando e arrastando com a ferramenta Text, enquanto que um simples clique cria texto plano de acordo com a especificação SVG 1.1; assim, se você realmente não precisa deste recurso, apenas clique na posição onde deseja posicionar o cursor de texto, invés de arrastar para criar um frame. Se, entretanto, você realmente precisa de um fluxo de texto, você terá de convertê-lo para texto regular (ou seja, texto que não seja um fluxo), usando o comando "Convert to text" localizado no menu Text. Este comando preserva completamente a aparência e a formatação de seu fluxo de texto, mas armazena o texto sem ser como fluxo de texto, de forma totalmente obediente à especificação SVG 1.1.

Qual é a diferença entre o "Inkscape SVG" e o "Plain SVG"?

Os arquivos SVG do Inkscape usam o namespace "inkscape" para armazenar algumas informações extras usadas pelo programa. Outros programas SVG não entenderão aquelas extensões, mas não há problema com isso porque as extensões somente afetam como o documento é editado, não como ele é visualizado.

Extensões não devem causar qualquer problema de renderização em engines de renderização obedientes à especificação do SVG. No entanto, alguns engines de renderização não-odedientes à especificação do SVG podem ter problemas com a presença das extensões. Por causa disso, ou para poupar algum espaço em disco, você pode querer jogar fora aquelas informações, que somente são utilizadas pelo Inkscape. Isto é o que a opção "Plain SVG" (em português: SVG plano) providencia. Atenção: Certifique-se de que você não planeja editar o arquivo no Inkscape novamente.

Quais características do formato SVG o Inkscape implementa?

As principais partes do formato SVG que ainda não são suportadas pelo Inkscape são:

Quanto ao resto, quase tudo trabalha, embora, evidentemente, haja erros que sempre que corrigimos assim que identificados.

Para ver uma comparação do Inkscape com outras ferramentas SVG de código aberto na suíte de testes do SVG da W3C, clique aqui.

Eu tenho um SVG que criei na mão. Estará tudo confuso se eu carregar e salvar ele com o Inkscape?

Inkscape se esforça para evitar mudar o SVG quando ele não reconhece alguns dos elementos SVG que foram usado; no entanto ele acaba mudando algo:

Há trabalhos em andamento para permitir que o Inkscape preserve melhor as marcações SVG criadas na mão, mas esta é uma tarefa muito difícil, que requer um monte de trabalho de infra-estrutura. Essa melhoria acontecerá gradualmente. Ajuda é sempre bem vinda!

Inkscape e o engine de renderização X mostram meus SVGs de forma diferente. O que fazer?

Isso depende do X. Nós aceitamos Batik e o plugin SVG da Adobe como engines de renderização de autoridade, porque eles são apoiados por alguns dos autores do padrão SVG, e realmente se preocupam com o cumprimento da especificação. Isto pode não ser verdade para outros engines de renderização. Então se você está enfrentando problemas com algum outro engine, por favor tente o mesmo arquivo ou com o Batik ou com o plugin da Abobe, ou melhor ainda, com ambos. Eles são gratuitos e multi-plataforma. Se você ainda vir discrepãncia com a renderização do Inkscape, nós queremos olhá-la. Por favor, submeta a nós como bug; não esqueça de anexar um exemplo de arquivo problemático, para relatar o bug e, de preferência, inclua _screenshots- também.

Visualizando um arquivo SVG como um arquivo de imagem

O seguinte pode ser usado para visualizar e pré-visualizar arquivos:

Dependendo de qual tipo de visualização você precisa, se zooming, pré-visualização rápida, rápido carregamento, galeria de miniaturas... um ou outro será mais adequado para você

Inkscape e outros programas

Por que o Inkscape é tão diferente do Adobe Illustrator?

Em muitos casos, é simplesmente porque a característica [feature] em questão não foi implementada ainda, ou está em desenvolvimento [actively worked] no momento. Mas há outras razões também: AI não é o único na jogada. Mesmo que atualmente ele se beneficie de um quase-monopólio, ainda existem, por exemplo, CorelDraw? e Xara - que também são bastante diferentes e, na opinião de muitas pessoas, superior ao AI em usabilidade. Inkscape tem pego emprestado várias ideias de interface destes vários editores. Ele ainda acrescentou várias elementos e ferramentas novas de sua própria interface. Levamos muito a sério usabilidade, e, muitas vezes, afastamo-nos do AI, porque consideramos que nossa abordagem é melhor. Se você veio do Adobe Illustrator e está tendo problemas com o Inkscape, leia (e talvez possa contribuir) o documento Inkscape para usuários do Adobe Illustrator em nosso Wiki (em inglês).

Inkscape é um substituto para The GIMP ou Photoshop?

Na maioria dos casos, não. Eles são utilizados para duas coisas muito diferentes. Inkscape é usado para criar ilustrações vetoriais, como o que define [laying] um cartaz ou criar um logotipo, enquanto editores de bitmap são para trabalhar em imagens raster [raster], tais como retocar uma fotografia. Em muitos projetos, você precisará usar tanto Inkscape e um editor de bitmap (como The GIMP), para adicionar efeitos a uma imagem bitmap exportada do Inkscape, por exemplo.

No entanto, os editores bitmap são frequentemente usados para tarefas comuns, para as quais não estão bem equipados, como a criação de layouts para páginas web, logotipos, ou desenhos técnicos com linhas. Na maioria dos casos, isto acontece porque os usuários não estão conscientes do poder (ou mesmo da existência) de editores vetoriais modernos. Inkscape pretende mudar esta situação e se tornar um editor vetorial que alcance o status de ferramenta essencial nos desktops de todos, em vez de uma exótica ferramenta especializada que só profissionais usam.

Por que o Inkscape “quebra” com o Sodipodi?

Inkscape começou como um fork [code fork] do Sodipodi. Os principais motivos foram as diferenças de objetivos e de abordagem no desenvolvimento. Inkscape tem por objetivo ser um editor totalmente compatível com o SVG, enquanto que para o Sodipodi o SVG é mais um meio para para se chegar a uma ferramenta de ilustração vetorial. A abordagem no desenvolvimento do emfatiza abrir o acesso ao código, bem como usar e contribuir de volta [back to 3dr party libraries] e normas como HIG, CSS etc em preferência a soluções personalizadas. A reutilização de soluções existentes compartilhadas, ajuda os desenvolvedores a focarem-se no núcleo de trabalho do Inkscape.

No fundo, também pode ser útil rever a direção do Sodipodi do Lauris de outubro de 2003, e seus pensamentos sobre SVG, licenciamento, e o valor da divisão do projeto em dois ramos independentes.

Qual é a diferença entre Inkscape e Dia?

Dia é para diagramas técnicos como charts de banco de dados, diagramas de classe, etc. Enquanto Inkscape é para desenhos vetorial, como logotipos, cartazes, ícones scalable, etc.

SVG é um formato útil para a criação de diagramas e embora nós queiramos que o Inkscape cresça como uma ferramenta completa para edição de SVG, ele também poderá ser usado para fazer diagramas muito atraentes. Vários de nós esperamos que o Inkscape se torne uma ferramenta útil para desenho técnico e trabalhe em recursos com esse objetivo em mente. No entanto, Dia prevê uma série de capacidades, tais como suporte útil para UML, geração automáica de diagramas, etc. que estão muito além do âmbito de um editor SVG comum. Numa situação ideal, tanto Inkscape quanto Dia podem compartilhar vários pedaços da infraestrutura de código e bibliotecas de terceiros.

Ele é destinado a substituir o Flash?

Embora o SVG seja frequentemente identificado como um "substituto ao Flash”, SVG tem uma enorme gama de outras utilizações fora desse vetor de animação. Substituir o Flash não é uma das principais intenções do Inkscape. Se SVG pode substituir o Flash, e Inkscape pode ajudar, isso é ótimo, mas ainda há muito mais que vale a pena ser explorado pelo SVG que animação para web. (Ver também SMIL)

Inkscape fará parte do Gnome-Office?

Inkscape terá de amadurecer um pouco mais antes que este possa ser considerado. Especificamente, um melhor suporte para encaixe/encaixar (Bonobo) é necessário, bem como o subsistema de impressão do Gnome precisa ser testado de forma mais exaustiva (ajuda muito apreciado aqui). Se você pode compilar uma versão recente do Inkscape e ajudar-nos com os testes, será muito útil.

Como acrescentar uma nova paleta de cores no Inkscape?

O Inkscape aceitar paletas de cores em formato .gpl e para que ele reconheça a nova paleta é necessário que você a adicione no diretório /usr/share/inkscape/palettes para todos usuários do sistema ou ~/.config/inkscape/palettes para usuário local (isso em sistemas GNU/Linux).

Quais formatos o Inkscape pode importar/exportar?

O Inkscape suporta nativamente a abertura ou importação de SVG, SVGZ (SVG comprimido/zipado), PDF e todos os formatos do Adobe Illustrator.

Com a ajuda de extensões, Inkscape pode abrir vários outros formatos vetoriais. Para importar PostScript? ou EPS, é necessário instalar Ghostscript e certificar-se de que ps2pdf se encontra em seu caminho [PATH]. Para formatos de Dia, XFig, ou Sketch, é necessário que você tenha esses programas instalados. Para CorelDraw?, CGM, e arquivos do SK1, você precisa ter instalado o UniConverter.

Inkscape pode importar nativamente formatos de imagens raster (JPG, PNG, GIF, etc) como imagens bitmap, mas ele só pode exportar bitmaps do tipo PNG.

Inkscape pode salvar como SVG, SVGZ, PDF, Postscript / EPS / EPSI, Adobe Illustrator (. ai), LaTeX (. tex), Povray (*. pov), HPGL, e outros. Ver File Types para discussões sobre formatos de arquivos que as pessoas gostariam que fossem suportadas, e ferramentas de terceiros que podem ser utilizados para converter arquivos a para ou a partir de SVG.

Posso importar/exportar arquivos *.cdr (Corel Draw Vector drawing file) no Inkscape?

Você pode usar o UniConverter para converter CDR e alguns outros formatos para SVG. No Inkscape 0.46, há uma extensão embutid que permite a você abrir ou importar arquivos CDR diretamente do Inkscape se você tiver o UniConverter instalado em seu sistema.

Se você não puder rodar o UniConverter, pode tentar este workaround:

  1. Abra o arquivo CDR do Corel Draw. Salve-o como arquivo decodificação binária CGM. Isso irá salvar apenas os gráficos vetoriais. Não serão salvos os gráficos bitmap.
  2. Abra o arquivo CGM no OpenOffice?/BrOffice Impress. Copie para o OpenOffice?/BrOffice Draw e insira o JPG original ou outros gráficos em bitmap. Salve o arquivo como ODG e você pode continuar no OpenOffice?/BrOffice Draw.
  3. Selecione tudo (CTRL+A)
  4. Exporte como SVG
  5. Abra o arquivo SVG no Inkscape e corrija os erros que/se aparecerem.

Eu exportei um SVG do Adobe Illustrator, editei ele no Inkscape e importei de volta para o AI, mas minhas alterações foram perdidas!

Isso acontece por causa de algumas falhas/enganos. Ele cria um SVG válido, mas além disso, ele também escreve códigos em forma binária no arquivo, todo o AI-formato de arquivo de origem da imagem. Inkscape, naturalmente, edita parte do SVG e deixa a codificação binária intocada. Mas quando você importar o arquivo SVG de volta para o AI, ela ignora completamente o código SVG que foi editado e lê diretamente do código binário do AI. Portanto, quaisquer alterações no SVG são perdidas. Para contornar isso, no Inkscape abra o Editor XML e elimine os elementos não-SVG (tudos que não tenham svg como prefixo em seu nome, geralmente no final da árvore). Se você precisar fazer este trabalho várias vezes você pode considerar o uso de alguns XSLT-based automação. Alternativamente, na exportação de SVG do Illustrator, desmarque a opção "Preserve Adobe Illustrator Editing" e "Otimize for Adobe SVG viewer".

Tópicos sobre o desenvolvimento do Inkscape

Traduzir esta seção.

Questões legais

O Inkscape é liberado sob qual licença?

GNU GENERAL PUBLIC LICENSE Version 2, June 1991. Resumindo, isto significa que você é livre para usar e distribuir Inkscape, para qualquer propósito, comercial ou não comercial, sem qualquer restrição. Você também livre para modificar o programa como você queira, com uma única restrição: se você distribuir a versão modificada, você deve providenciar acesso ao código-fonte da versão distribuída.



create new tag
rev 17 em 02 Aug 2015 por AfroGeek
Editar Anexar Versões Mais...

Todo material do sítio Inkscape Brasil é propriedade do grupo Inkscape Brasil e pode ser reproduzido livremente, desde que permaneça livre e a fonte seja citada, seguindo os termos da licença Creative Commons (by-sa).

Inkscape é um Software Livre, distribuido sobre Termos GNU-GPL.

eXTReMe Tracker
Inkscape - Open Source vector graphics editor SVG - Scalable Vector Graphics TableLess - Coerência, Simplicidade e Acessibilidade no código HTML Esse documento é XHTML 1.0 Valido! Esse documento contém CSS-2 Valido! Debian - GNU/Linux TWiki - Ambiente Web Colaborativo Colivre - Cooperativa de Tecnologias Livres