Vergonha gaúcha

Na terra do maior evento de Software Livre da América Latina, Governo entrega a educação para a Microsoft

vejam esta matéria oficia que deu origem ao meu comentáriol:

vergonha.JPG

Foto com a cena do crime: Ademir Milton Piccoli, presidente da Procergs, entregando a educação para a Microsoft

"é uma vergonha que nosso governo de Estado se comporte deste forma tão pequena e não pense estrategicamente a questão da educação e da entrada do RS na era da informação. Contrariando o caminho que vem sendo perseguido pelas administrações públicas em todo o mundo, em particular nos países do chamado primeiro mundo, o governo gaúcho entrega o ensino e a educação de milhares de jovens a uma plataforma monopolista de uma única empresa. Isto aprofundará a dependência na área da educação e demonstra a preferência do governo pela empresa monopolista em detrimento das empresas locais e da inovação do setor de TIC's do Estado."

"lamento que o governo do Estado prefira seguir este caminho justamente no ano que o maior evento de tecnologia, e mais antigo do País, completa 10 anos. Isto é um desprestígio com o trabalho de centenas de gaúchos que fazem este evento acontecer. No 10 Fórum Internacional de Software Livre, que acontecerá de 23 à 27 de junho na PUC-RS, estaremos discutindo este tema com várias administrações públicas do Brasil e do mundo que já saíram da dependência de uma empresa monopolista e construíram alternativas educacionais baseadas em padrões abertos e software livre"

"é uma contradição também com a recente decisão do parlamento gaúcho em aprofundar a migração e a implantação de software livre na Assembléia Legislativa, anunciada neste mês pelo Presidente da casa"

Marcelo D'Elia Branco

Ativista pela Liberdade do conhecimento

Abaixo o que saiu na mídia

1/04/2009 Correio do Povo - Porto Alegre/RS

Denise Nunes

ASL CRITICA PARCERIA COM A MICROSOFT

A parceria firmada pelo governo (por meio da Procergs e da Secretaria da Educação) com a Microsoft para que o Estado seja o primeiro a implantar o Windows Educação foi "bombardeada" ontem pelo coordenador-geral da Associação Software Livre.org, Marcelo Branco. "É uma vergonha que nosso governo se comporte desta forma tão pequena e não pense estrategicamente a questão da educação e da entrada do Rio Grande do Sul na era da informação", disse ele. Branco, um dos pioneiros do software livre no RS, que, por sua vez, foi pioneiro no país, alega que a parceria contraria a tendência mundial das administrações, em especial nos países mais desenvolvidos. "O governo gaúcho entrega o ensino e a educação de milhares de jovens a uma plataforma monopolista, em detrimento das empresas locais e da inovação do setor de TICs do Estado". Branco adianta que a parceria será pauta do 10º Fórum Internacional de Software Livre, que Porto Alegre sediará em junho.

1/04/2009 Newsletter Affonso Ritter - Porto Alegre/RS

Governo aliado à Microsoft

Coordenador geral da Associação Software Livre, Marcelo D´Elia Branco criticou duramente o governo gaúcho, por estar entregando o ensino e a educação de milhares de jovens a uma plataforma monopolista (Microsoft). Isso, segundo ele, contraria o caminho perseguido pelas administrações públicas em todo o mundo, particularmente nos países do chamado primeiro mundo, aprofundará a dependência na área da educação e demonstra a preferência pela empresa monopolista em detrimento das locais e da inovação do setor de TIC´s do Estado. É uma contradição também com a recente decisão do parlamento gaúcho em aprofundar a migração e implantação de software livre na Assembleia Legislativa. O governo gaúcho oficializou semana passada por meio da Procergs e da Secretaria Estadual da Educação com a Microsoft, em Washington, parceria para promover a educação pública. As ações farão parte do Programa Estruturante Boa Escola para Todos. Pelo acordo, o Estado será o primeiro a adotar o Windows Educação, solução criada para escolas públicas oferecendo sistema operacional (Windows XP ou Vista), ferramentas de produtividade (Office 2007 Home & Student) e softwares voltados à Educação. 1/04/2009 Site Br-Linux.org - São Paulo/SP

Baguete - Porto Alegre

ASL.org critica acordo gaúcho com MS

Marcelo D´Elia Branco, coordenador Geral da Associação Software Livre.org, criticou o acordo do governo gaúcho com a Microsoft para a adoção de soluções da multinacional em 100% das 2,6 mil escolas públicas até 2010, divulgado nesta segunda-feira, 30. Em post em seu blog pessoal nesta terça-feira, 31, Branco disse que era uma “vergonha” que o governo “se comporte desta forma tão pequena e não pense estrategicamente a questão da educação e da entrada do RS na era da informação”. Para o coordenador geral da ASL.org, que trabalhou em projetos de implementação de software livre na gestão pública na Espanha, a decisão contraria o que vem sendo feito por administrações públicas de “todo o mundo, em particular nos países do chamado primeiro mundo” ao entregar “o ensino e a educação de milhares de jovens a uma plataforma monopolista de uma única empresa” Branco, vice presidente da Procergs durante o governo Olívio Dutra, disse ainda “lamentar” que a decisão tenha sido tomada no 10º aniversário do Fórum de Software Livre, que acontece em Porto Alegre em junho. “Isto é um desprestígio com o trabalho de centenas de gaúchos que fazem este evento acontecer”, acredita o ativista.

Tags:
create new tag


This site is powered by FoswikiCopyright © by the contributing authors. All material on this collaboration platform is the property of the contributing authors.
Ideas, requests, problems regarding Wiki-SL? Send feedback