Um beijo mãe

Mãe, lembrei de ti aqui de longe...mas tu tá muito perto do meu coração

Mae_eu.jpg

Um grande beijo pra ti e para todas as mães do mundo.

Eu nasci de uma forma meio conturbada. Quinto filho dos sete que minha mãe e meu pai geraram e criaram. Complicações no parto, cesariana e fiquei uns minutos sem respirar e todo roxo, até que um médico (Dr. Alberchein - se nao me engano) chegou no hospital casualmente... no seu dia de folga, viu tudo acontecendo e resolveu interferir: me deu umas palmadas e fez respiração boca-a-boca (isso em 1961). Enfim chorei e comecei a viver. Minha mãe também se recuperou bem. Depois lembro de uma infância e adolescência de muito carinho e liçoes de afeto vindas da "mama". Me ensinou também a gostar de plantas, hortas e a cozinhar. Se o pai era a "reserva moral" da ética do "politicamente correto" da família, a mãe é o fio condutor de nossa subjetividade emocional ao extremo. Nos ensinou a chorar, a fazermos e sentirmos carinho, a perdoar, a sermos frágeis quando temos que ser...fortes quando necessário. Nos ensinou o amor.

Um grande beijo para minha mãe e todas aquelas que são mães. Não poderia de deixar le lembrar também, no dia de hoje, a minha Vânia que deu sua vida para realizar o sonho de ser mãe.

Barcelona 14 de maio de 2006

Tags:
create new tag

Warning
Can't INCLUDE '', path is empty or contains illegal characters.